Compartilhe:

Mato Grosso - Um estado de oportunidades antenado no Mercado Imobiliário

Fabiola Gomes

Assessoria /CRECI -MT


Produção diversificada, clima e investimentos. Esses são alguns dos principais ingredientes que formam a receita básica das cidades brasileiras que possuem a maior participação no PIB Agropecuário brasileiro. Em pesquisa realizada pelo IBGE, cidades de todo o País tiveram suas economias estudadas. Não por acaso, das dez cidades mais bem colocadas, seis pertencem ao Estado de Mato Grosso, grande celeiro de grãos do Brasil.

O bom desempenho das exportações do setor e a oferta crescente de empregos na cadeia produtiva não podem ser atribuídos apenas à vocação agropecuária. O desenvolvimento científico-tecnológico, a modernização da atividade rural, boa diversidade de terras para a plantação de soja, contribuíram igualmente para transformar o Estado de Mato Grosso numa das mais respeitáveis plataformas do agronegócio.

Mato Grosso voltou à época ‘do ouro’, o ouro da soja, mas com um grande salto em construção civil e imóveis versificados, um estado de oportunidades de olho no mercado imobiliário, ressaltou o Presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de Mato Grosso, 19° Região , Ruy Pinheiro de Araújo. “As previsões para 2012 são as melhores possíveis. O Estado deve seguir um ritmo de crescimento em torno de 10% nos novos investimentos, com incrementos maciços no mercado imobiliário. Os preparativos para a Copa de 2014 e as eleições prometem mexer ainda mais com a economia do Estado.

Falar em Mato Grosso é ter a certeza de que há muita gente boa e trabalhadora lutando para o progresso. Em 2012, as perspectivas são muito boas sob o ponto de vista econômico e social para o Estado. O andamento das obras do Programa de Aceleração de Crescimento (PAC) nos municípios, o início das desapropriações das principais avenidas da capital, e a vinda do veículo leve sobre trilhos (VLT), devem mexer com a vida de toda a população Cuiabana”.

Bons ventos voltaram a soprar no Estado e o setor imobiliário promete novo gás. Para o início do ano deve haver um grande incremento de lançamentos imobiliários onde deixou o conselho otimista com a perspectiva de aumento de 20% no número de unidades a serem comercializadas. Um dos empurrões responsáveis pela guinada que veio com o programa do governo federal Minha Casa, Minha Vida.

No Programa Minha Casa Minha Vida I, Cuiabá foi contemplada com 2.423 moradias. Na segunda etapa, já foram contratadas, junta a Caixa Econômica Federal - CEF, 1.500 casas, do total de 4.500 a que Cuiabá irá receber. “A capital ficará com 40% do programa previsto para todo o estado, que chega a mais de 110 mil moradias.


O Mercado Imobiliário fora do Brasil:

O Presidente do CRECI- MT; também falou sobre a bolha que se formou nos Estados Unidos, mas lembrou que lá o sistema é diferente do Brasil. A captação de crédito ocorre junto a investidores privados, que direcionaram recursos para construção de imóveis, vislumbrando bons negócios por conta dos preços elevados. Porém, para conter a inflação e a demanda, o governo dos Estados Unidos elevou os juros e inibiu a procura por crédito. Por conseqüência, as vendas de imóveis despencaram e os preços também, resultando em um alto índice de inadimplência, hoje estimado em 14%, ao passo em que no Brasil nunca chegou a 2%. Os investidores que ficaram sem receber acabaram vendendo ações para se capitalizar, o que provocou queda também nos preços dos papéis, um efeito "ciranda" como define o presidente do CRECI/MT.

 

O Mercado Imobiliário Brasileiro:

No Brasil os recursos para financiamentos são da poupança e do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço) o que significa que enquanto o nível de empregos estiver alto, o mercado de financiamento imobiliário estará a todo vapor.

Recado para os Profissional Corretor:

O presidente do CRECI MT lembrou os futuros corretores de imóveis que é preciso acompanhar o mercado e se informar sempre para garantir uma boa prestação de serviço e sucesso na profissão. “Aos que estão saindo do curso, não fechem os livros, continuem estudando, participem das palestras do sistema COFECI / CRECI. Queremos vocês ao nosso lado, como delegados e conselheiros, ajudando a elevar o nível da nossa profissão”.


Mais Informações: CRECI – MT

Rua Cel. Benedito Leite, 637

Jd. Independência – Telefone (65) 3313-4800

Outras matérias

Mercado imobiliário de Londres mostra risco de bolha
Preço médio de imóveis no Brasil sobe 0,57% em fevereiro
DIREITO DE VIZINHANÇA - STJ aplica normas para resolver conflitos
Comprador de imóveis tem ônus de exigir certidões pessoais
Imposto de Renda: Tenho dois imóveis; sou isento de IR se vender minha casa?
Supersimples sem restrições pode começar em 2015
Mercado imobiliário de MT pode crescer este ano 30%
Sindimóveis em parceria com CRECI-MT realiza convênio
Crédito imobiliário crescerá até 20% em 2014
Festa do Creci-MT foi grande sucesso
Mato Grosso: Mundial impulsiona crescimento e valorização do entorno da Arena
Anuário do mercado imobiliário entra na segunda etapa de produção
Mercado imobiliário: Nova onda de crescimento?
Definidos R$ 57 bilhões para moradias populares em 2014
Maior limite de financiamento eleva ofertas de imóveis
Acomodações para a Copa do Mundo de 2014 vão ser discutidas entre Secovi/MT e Secopa
Dados manipulados inflam PIB chinês em US$ 1 tri, diz estudo
Mercado imobiliário de Mato Grosso pode crescer este ano 30%
Programa Vida Nova leva Futebol Americano às escolas de Lucas do Rio Verde
Lucas do Rio Verde será polo federal de tecnologia no Centro-Oeste

Para morar, qual é o tipo de imóvel de sua preferência?

Quem Somos
Missão
Visão
Valores
Trabalhe Conosco
Contato através do site
Corretor On-line
A Novo Tempo te liga
Endereço postal
Localização
Trabalhe Conosco
Novo Tempo Empreendimentos Imobiliários - CRECI: 1154-J - Lucas do Rio Verde, MT - Fone: (65) 3549-6028